O Comportamento de Manada em Educação

Wilson Azevedo
3 min readJan 23, 2021

“Comportamento de Manada” ou “Efeito Manada” é uma expressão que descreve a maneira como algumas práticas sociais são adotadas e seguidas sem que seus praticantes saibam explicar porque agem daquela e não de outra forma.

No mundo animal, a manada corre numa direção e depois muda para outra porque cada indivíduo da espécie apenas repete o que os indivíduos à sua frente fazem. Há razões de natureza psicológica para isto: é muito desgastante ter que a todo momento observar o meio, identificar as várias ações possíveis, avaliar qual a que melhor se aplica aos seus objetivos e com base nisso tudo tomar decisões. Ao puramente repetir o que os demais estão a fazer o indivíduo é poupado desse desgaste, ainda que, ao fim e ao cabo, esteja se submetendo ao risco de correr na direção de um abismo.

O comportamento de manada em sociedades humanas pode ser claramente identificado numa área: a Educação.

Pergunte a um professor por que na sua escola os alunos estão divididos em séries e turmas, por que ele passa na maioria dos casos quase a totalidade do seu tempo dando aulas expositivas, por que os momentos em sala com os alunos estão divididos em fatias de 50 ou 45 minutos. A falta de respostas a estas perguntas é o maior indicador de que estamos diante de um comportamento de manada: professores, gestores educacionais, enfim toda a sociedade age, em Educação, apenas repetindo o que todos fazem, sem saber dos motivos ou fundamentos pedagógicos para isso.

Pois é este mesmo comportamento de manada que explica a predominância atual da videoconferência multiponto no chamado “ensino remoto”, que de fato é um outro nome para a educação a distância que começou a ser feita de forma emergencial e improvisada por uma multidão de educadores sem formação ou experiência profissional específica em EaD.

Meet, Zoom e similares são hoje intensivamente utilizados. E se você perguntar a um professor que hoje trabalha com ensino remoto por que ele escolheu ficar horas e mais horas diárias em atividades síncronas com turmas de dezenas de alunos e não optou por outra forma de trabalhar a distância com eles, você perceberá o mesmo indicador de que estamos diante do tal “efeito manada”: o silêncio ou o reconhecimento de que não tem motivos de natureza pedagógica a apresentar. Está apenas repetindo o que os outros estão fazendo, sem saber bem o porquê…

Claro, da forma como tudo aconteceu em março de 2020, com todas as instituições de ensino suspendendo atividades presenciais, não havia muito tempo para pensar, identificar alternativas, avaliar as opções e escolher as que melhor atendem aos objetivos. Videoconferência síncrona com todos os alunos foi a primeira coisa que veio à mente.

Mas agora estamos num outro momento. Agora podemos (e devemos!) pensar no que estamos fazendo, no que queremos, que objetivos almejamos. Podemos (e devemos!) identificar e avaliar alternativas para fazer escolhas melhores e mais bem refletidas.

Agora a gente não pode mais se limitar a fazer o que todos estão fazendo, a apenas seguir a manada.

E, ao encararmos as questões que este momento coloca, talvez nos encontremos em melhores condições de fazer outras escolhas, melhores escolhas, que nos levem a outras práticas que não envolvam séries, turmas, aulas predominantemente expositivas, “tempos” de 50 minutos, grades de horário, Zoom/Meet etc.

A uma outra maneira de fazer Educação, porque descobrimos que uma outra Educação é possível.

http://eoler.aquifolium.com

--

--

Wilson Azevedo

Trabalho com Educação Online e Inovação Educacional desde 1994. Tenho formação em Filosofia, Antropologia e Educação. http://linktr.ee/wilsonazevedo